Saiba como iluminar sua cozinha,

A cozinha é um dos principais ambientes da casa, está integrada à área social das residências servindo como ponto de convivência entre os moradores e seus convidados, tanto que em grande parte dos projetos que desenvolvo a solicitação é deixa-la funcional, bonita e em destaque e o uso de melhores revestimentos, armários planejados e eletrodomésticos são facilmente aceitos, assim como o desenvolvimento de um bom projeto de iluminação, que seja não apenas decorativo, mas também prático e funcional. E é sobre isso que vou falar aqui, com algumas dicas que vão ajudar muito na elaboração do projeto luminotécnico.

 

Luz natural

Aqui ressalto que a iluminação artificial deve estar associada a natural, aquela luz do dia responsável por deixar o ambiente agradável e saudável, já que o sol cumpre a função de matar fungos e bactérias. Então primeira dica: seja em projetos de construção ou mesmo em uma reforma, quando possível, aproveite ao máximo a luz solar aumentando as aberturas para o ambiente externo com janelas largas e altas e muito vidro para se ter muita transparência.

 

 

 

Luz Geral

A cozinha é um local de trabalho que precisa ter iluminação suficiente para a execução das atividades, porém o que gosto de orientar é que devem ser feitas algumas perguntas, mentalmente: Para que esta cozinha será utilizada? O precisa realmente ser iluminado? Qual é a melhor forma de iluminar? Com isso começa-se a trabalhar o ambiente de forma mais racional e funcional e daí vão surgindo as diferentes formas de projetar a luz no espaço. Uma cozinha precisa de luz que possibilite fazer a limpeza do ambiente (piso, paredes,etc) e esta luz pode ser direta mas também a iluminação indireta possibilita que esta atividade seja desenvolvida, pois é preciso apenas garantir luz suficiente para perceber o espaço. Assim, deixar apenas um ponto no centro do ambiente não é garantia de boa luz, ela pode (e deve) ser dispersa no espaço.

 

 

Sobre o balcão da pia e fogão

São os locais que merecem maior atenção já que é onde os alimentos são preparados. Aqui a primeira dica é usar lâmpadas que garantam uma excelente reprodução de cores para ver a qualidade dos alimentos. A luz deve ser projetada diretamente sobre a face em que se manipula estes alimentos, impossibilitando sombras desfavoráveis. Então o uso de pontos de luz no teto sobre a pia, a iluminação abaixo dos armários e as da coifa promove um charme diferente e atendem a principal função do ambiente.

 

 

Ilhas da cozinha

Geralmente utilizada para fazer lanches rápidos, destacar as ilhas dascozinhas, seguindo princípios similares aos do balcão é uma excelente ideia, que pode ser feita com pontos de luz diretamente do teto ou também fazendo o uso de pendentes, que além de garantirem luz também decoram o ambiente. Cuidado apenas com o tamanho destes pendentes e sua instalação que deve ficar a 70 cm acima do balcão, quando a ilha for apenas utilitária, ou se houver assentos, deixe a 90 cm a 1 metro da face da ilha.

 

 

Decoração do ambiente

Muitas vezes, e hoje temos muito disso nas residências, utilizam-se muitos objetos decorativos nas cozinhas, ou mesmo faz-se revestimentos mais ousados nas paredes e além disso os armários estão cada dia mais ousados em seus desenhos. Então as luzes decorativas nas cozinhas valorizam todos estes elementos e dão um aspecto ainda mais interessante ao ambiente.

 

 

 

Texto by Danilo Borges

Arquiteto e Lighting Designer.

daniloborges.arq@gmail.com

(16) 98100-0246

 

Compartilhe o que achou

Sem comentários

Deixe um comentário:

Por favor, repita os números no campo abaixo *